Guia de Auto Ajuda

Wednesday, August 09, 2006

A sugestão pós-hipnótica

A sugestão pós-hipnótica e a conversão em energia



Entende-se por ordem pós-hipnótica uma sugestão (racional e executável) que VAI ser cumprida naturalmente pela pessoa nas situações previamente definidas por ela. Por exemplo: "fico sempre calmo e tranqüilo nos dias de prova", ou, "sou muito atencioso e prudente quando dirijo".

Estas "sugestões", quando incutidas no subconsciente da pessoa, vão "realizar-se" naturalmente sempre que ela fizer uma prova ou sempre que estiver dirigindo. Da mesma forma como o motorista "reage", parando o carro quando o sinal está vermelho (já que isto está incutido na sua memória), também poderá ser induzido a "reagir" com prudência e atenção; não há diferença entre estas duas "aprendizagens".

O fundamental é a “formação da intenção”. Desde que você realmente queira aprender alguma coisa, queira modificar algum hábito, queira curar-se de algum mal, e dê esta "ordem" ao subconsciente, obterá tal resultado. Não há nada de sobrenatural nisto.

Nossa mente e nosso corpo reagem exatamente como aprendemos a reagir. Se temos "medo de barata" vamos reagir negativamente só em pensar numa barata, não é mesmo? Se "acreditamos" que somos inteligentes, então somos inteligentes. Se acreditarmos que é fácil, será fácil; se pensarmos que é difícil, será difícil. Tudo muito óbvio. Nós é que, infelizmente, não percebemos este efeito tão simples dos nossos pensamentos.

A pessoa que rói unhas, por exemplo, apenas reproduz uma "aprendizagem" negativa; ela "aprendeu" que em certas situações deve pôr a mão na boca e roer as unhas. Se ela "aprender" que naquelas mesmas situações "a mão deve mudar de direção" (não ir à boca), ela deixará de roer as unhas.

A ação da sugestão no subconsciente, contudo, não se limita aos exemplos aqui citados. Você pode fazer QUALQUER SUGESTÃO desde que RACIONAL E REALIZÁVEL. Basta que você pergunte a si mesmo se a sugestão que vai fazer é possível de ser realizada.


Como formular suas sugestões

Veja como você deve formular seus propósitos que se converterão em ordens ao subconsciente:

1 - Examine bem o que você quer propor; veja se é racional e executável;
2 - Formule este propósito (por escrito), SEMPRE positivamente. Não faça nunca formulações negativas, do tipo "não quero mais", "não vou mais" etc. Invés de afirmar o que "não quer", afirme "o que quer".
3 - Escrita a formulação, leia algumas vezes em voz alta, até sabê-la de cor.
4 - Em estado de profundo relaxamento (auto-hipnose) pense intensamente nesta frase. Não precisa pronunciá-la em voz alta. Ela é para ser pensada.
5 - Saiba que fórmulas curtas, repetidas com freqüência (mesmo durante o dia) produzem mais efeito do que frases longas que você possa dizer de vez em quando ou mesmo relembrar. Um exemplo de formulação para quem quer ser mais criativo: "Eu sou muito criativo, e a cada dia que passa, me torno ainda mais criativo".


Lembre-se:

Pensamento é energia. E nenhuma energia se perde na natureza, ao contrário, transforma-se em outro tipo de energia. A energia que o cérebro consome para pensar, se for canalizada numa única direção, é capaz produzir verdadeiros milagres na sua vida. Tudo depende, exclusivamente, da sua vontade de que o milagre aconteça. Só depende de você.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home